Home » E-commerce & Loja Virtual

O Melhor site grátis de E-commerce para criar sua Loja Virtual

Você está aqui para descobrir qual é o melhor site para criar uma loja virtual grátis. Mas afinal, qual é a melhor plataforma para loja virtual atualmente?

Nós definimos as 21 plataformas que melhor oferecem o serviço. Dentre elas, o Shopify se destaca. Trata-se de um produto que possui as melhores ofertas do mercado. É possível, por exemplo, adicionar produtos com um simples clique e arrastando.

O resultado final ao utilizar o melhor site entre as plataformas de e-commerce é uma loja profissional e lucrativa. Sem se preocupar com lentidão e logística, seu negócio crescerá dentro de pouquíssimo tempo.

Você também pode encontrar uma lista de e-commerce grátis em outro artigo nosso por aqui.

Mesmo assim, nós separamos 21 opções, pois pode ser que outro site combine melhor com o que você busca. Se você realmente quiser desenvolver um site de e-commerce brasileiro simples, mas lucrativo, você vai querer ver nossas indicações.

Caso você já tenha um site com WordPress, recomendamos ainda o WooCommerce como a melhor plataforma de e-commerce para construir o seu site.

Plataformas de e-commerce para ter a melhor loja virtual

Como prometido, inserimos abaixo as melhores opções do mercado para você ter a sua loja pronta para lucrar em tempo recorde. Se uma plataforma é boa, pode ter certeza de que a incluimos aqui.

Leia um pequeno resumo sobre cada uma e clique no link da que melhor lhe interessar. É bastante simples e rápido de ler e prometemos que não vai tomar quase nada do seu tempo.

1. Shopify é a melhor plataforma de ecommerce

Tudo o que um empreendedor digital precisa em apenas um produto, com maiores funções que qualquer outra plataforma. Você pode, por exemplo, criar campanhas de marketing e adicionar produtos com um simples arrastar de dedos.

Cada vez mais inovadora, recomendamos esta plataforma como uma opção a qualquer um que queira começar um negócio de e-commerce para o Brasil ou internacional.

Do ponto de vista dos usuários, trata-se de uma ótima plataforma pela simplicidade de uso. Enquanto outras exigem mais trabalho, ou mesmo tempo para entender como funcionam, esta ganha o primeiro lugar por ser fácil de utilizar.

Nada de programação, ou risco de errar ao adicionar um produto. Tudo é muito intuitivo e a navegabilidade da plataforma é ótima.

Todas as possibilidades que você tem com o Shopify podem ser testadas em um período grátis, para que você experimente o que estamos dizendo. Acesse pelo nosso link o teste grátis. Leia mais sobre a nossa análise completa aqui.

2. Wix Loja Virtual com Criador de Sites

Com Wix, você pode iniciar sua loja virtual grátis dentro de pouco tempo. Isto quer dizer que você não é obrigado(a) a ter um plano pago para ter uma Wix loja virtual.

A opção grátis está longe de ser muito limitante, liberando até mesmo a função de adicionar produtos de forma rápida arrastando. Clicou, adicionou. Simples assim!

Assim como a primeira opção de nossa lista, você não precisa ter qualquer conhecimento técnico para utilizar as funções. Seu site pode ser criado em questões de minutos e começar a vender produtos já a partir daí.

Além disso, a sua loja já vem otimizada para celulares, possibilitando a compra dos seus clientes pelo smartphone. Se algo der errado, você pode contatar o suporte, que atende aos lojistas 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Quem estiver interessado em ter uma loja com Wix, pode ler nossa análise completa aqui.

3. WooCommerce Loja Virtual: WordPress eCommerce Grátis

Você tem um site com WordPress e quer começar com sua loja já. Então o seu WordPress e-commerce é possível pelo plug-in do WooCommerce. É simples e rápido para instalar e começar a configurar.

Com a WooCommerce loja virtual passa a ser seu novo negócio em questão de minutos. Além disso, o aplicativo adiciona automaticamente os métodos de pagamento que serão utilizados por seus usuários.

E, uma vez com a loja preparada para receber produtos, você pode customizá-la você mesmo com algum conhecimento técnico de programação. Caso contrário, é possível encomendar uma solução personalizada para a loja ter a sua cara.

Por conta da compatibilidade com WordPress, que é um CMS muito popular, esta plataforma ganhou destaque em nossa análise. Para saber mais, continue a ler aqui.

4. Prestashop entre as melhores plataformas de ecommerce

Uma novidade para as lojas virtuais, a PrestaShop já está entre as melhores plataformas. Atualmente, é uma recomendação mais adequada para novas lojas e projetos em fase inicial.

A interface é bastante intuitiva, o que facilita a utilização e a familiaridade com a plataforma. Para sites hospedados sem muito espaço ou memória, passa a ser ideal por conta de se baixo peso e utilização de recursos.

Tudo o mais é bastante simplificado. Basta acessar o site oficial, baixar e instalar. A partir daí, você adiciona os produtos, separa-os por categorias de compra e gerencia os pedidos sem qualquer custo extra para o seu negócio.

Quem estiver interessado(a) em iniciar um novo site com o uso desta plataforma, continue a ler a nossa análise aqui.

5. Magento Loja Virtual com Mais Controle

Mais uma das opções mais completas em termos de plataforma de e-commerce. No Magento loja virtual alguma enfrenta problemas com crescimento, por conta de sua fácil progressão em termos de recursos e suporte.

Você possuirá controle absoluto sobre a aparência e todas as funcionalidades disponíveis em seu site. Além disso, você pode começar sem custo algum, pois trata-se de uma plataforma com versão gratuita e sem prazo para teste.

Assim que estiver lucrando e precisar de mais funções, é só dar upgrade no plano. A plataforma oferece criação de cupons de descontos, e pagamento rápido para que nenhum usuário desista das compras.

Quem tiver interesse em fazer propaganda para vender mais, o Magento possui ainda uma boa variedade de ferramentas de marketing. Sobre tudo isso e muito mais, leia em nossa análise aqui.

6. Open cart para vários tipos de e-commerce

Há diversos tipos de e-commerce possíveis para quem quer empreender digitalmente. Sites novos ou leves possuem na plataforma grátis OpenCart uma chance de lucrar com produtos sem possuir qualquer estoque.

A customização dos sites é bastante simples. Até mesmo alguns temas prontos para a loja são disponibilizados de graça, para quem ainda não quiser um nível mais avançado de personalização.

Em nosso 6º lugar, esta plataforma oferece suporte aos meios de pagamento mais populares. Além disso, sua maior vantagem está no pouco uso de recursos, sendo compatível com planos de hospedagem pouco poderosos.

Para entender melhor os benefícios e tudo sobre as vantagens e desvantagens dessa plataforma, você pode ler a nossa análise. Descubra mais sobre a criação de lojas com esta plataforma aqui.

7. Sua Plataforma de eCommerce no Zen Cart

A grande maioria dos novos lojistas virtuais querem instalar sua loja de forma fácil e já começar a vender produtos. Zen Cart é uma plataforma e-commerce pensada para servir a estas pessoas com pouco conhecimento técnico e muita vontade de lucrar.

Primeiramente, esta opção leva a segurança a sério e possui ampla documentação disponível em seu site, atestando a sua credibilidade neste quesito. Como dono de um e-commerce, você com certeza quer que seus usuários tenham segurança de dados.

Além disso, a plataforma permite a prática de e-mail marketing feitos a partir de HTML. Com opções para diversos idiomas, você não teria problemas em diversificar o seu público e vender internacionalmente.

Tudo isso e muito mais sobre esta plataforma que já possui mais de uma década de experiência você pode ler em nosso site. Acesse a nossa análise aqui e fique por dentro.

8. BigCommerce Para Vender Produtos Online

Entrando no rol de plataformas menos conhecidas, apresentamos-lhe o BigCommerce. Trata-se de uma solução mais adequada a desenvolvedores com conhecimento técnico, geralmente lojistas e empreendedores com maior experiência.

Assim, muito embora ofereça diversas funções, é preciso ter noções de programação para se dar bem com esta opção.

Já no que tange o gerenciamento dos produtos especificamente, tudo parece fluir bem para os usuários deste provedor de e-commerce. Os preços, no entanto, foram aumentados nos últimos tempos e já não é tão barato como outras opções.

Para quem ainda quiser testar, é possível utilizar por 15 dias e não deixar o seu dinheiro com eles, caso queira mudar de ideia. Para mais informações e detalhes, é só ler a nossa análise aqui.

9. Criando uma Loja Gratuita na Minestore

Estava sentindo falta de uma solução brasileira para criação de lojas no mundo virtual?

Não é preciso dizer que, pela familiaridade nacional, os principais meios de pagamento utilizados pelos brasileiros são aceitos para o seu site de e-commerce. Como ponto de destaque, a Minestore não cobra mensalidade para seus planos.

Em vez disso, a criação toda da loja é gratuita. Há sim custos, mas são taxas cobradas quando um produto é vendido. Outros planos envolvem taxas menores e o pagamento mensal de uma quantia fixa.

Outro destaque fica com o suporte, que é mais fácil por ser uma plataforma situada aqui no Brasil. Já para entender mesmo se vale a pena e se esta é uma opção confiável, é só ler a nossa análise aqui e tirar suas conclusões ou seguir nossa recomendação.

10. Plataforma ecommerce X cart com plano grátis

Quem procura uma plataforma e-commerce cheia de recursos pode encontrar o que busca na X Cart. Inclusive, é possível começar com um plano grátis que pode durar pelo menos no início da loja, quando ainda são consumidos poucos recursos no geral.

É importante destacar, porém, que apesar da possibilidade de loja sem custos no início, passar para um plano melhor custa caro. Os preços são bem acima da média, além de ser necessário pagar todo ano caso queira as atualizações.

Se pagar o preço único do produto for viável para você, dentre as funções principais terá gerenciamento direto pelo celular, possibilidade de criar leilões, sistema antifraude, cotações de frete e muito mais.

Para ter uma ideia completa do que esta plataforma oferece e o que mais você pode ter, não perca mais tempo. Leia agora a nossa análise aqui.

11. Plugins e extensões osCommerce

Criando e integrandos sua loja ao OSCommerce, você terá acesso a vários plugins e add-ons desenvolvidos por outros usuários, que muitas das vezes os fornecem de graça. Além disso, customizá-lo não é tão difícil sem conhecimento técnico.

Esta plataforma é mais recomendada para sites pequenos e médios, pois lojas que chegam a ficar muito grandes podem começar a sentir falta de uma plataforma mais completa e robusta para atender às suas necessidades.

A customização e diversas maneiras de trabalhar na plataforma individualmente também abre brechas para erros e bugs dos mais diversos. Claro que ninguém quer uma loja fora do ar, então é importante tomar cuidado com isso.

Para encontrar o equilíbrio entre os benefícios e desvantagens, é preciso uma boa análise. Você pode ler a nossa aqui e ficar por dentro de tudo.

12. Lojaintegrada e commerce: plataforma do Brasil

Você já sabe que para o e-commerce plataforma digital boa é aquela que atenda a todas as necessidades de um lojista. Na Loja Integrada, já são quase 1.000.000 de sites montados em poucos minutos.

Eles oferecem uma montagem gratuita. Basta colocar o seu e-mail e começar o cadastro para integrar uma lojinha completa com os produtos que desejar. Além disso, é simples passar para um dos planos mais avançados quando necessário.

Há controvérsias quanto à confiabilidade do Uptime do site. Isso é relevante, pois ninguém quer que a loja fique off-line durante as vendas. Porém, isto é algo que merece ao menos um teste ou provas definitivas.

Com as estatísticas para uma gestão estratégia, aplicativos extras para turbinar a loja e possibilidade de edição direta do layout via HTML/CSS, você terá diversas escolhas com esta plataforma. Leia mais na nossa análise aqui.

13. Jimdo Plataforma: Loja Virtual sem custos

A Jimdo oferece a criação de uma loja sem custos para você. Não leva mais que alguns minutos e você verá o tipo de site que poderá ter com esta plataforma de loja virtual.

No entanto, a partir daí começam os problemas. Não é possível vender nada sem antes começar a pagar à plataforma. A versão grátis funciona mais como uma demonstração do que é possível ter.

Para os que optam por adquirir o produto, trata-se de um sistema eficiente para construir o seu site. No entanto, como provedora de recursos para uma loja digital, o site pode deixar um pouco a desejar.

Não há, porém, pagamento de taxa por cada venda, como pode ocorrer em certas plataformas. Também, além da criação personalizada do site quase instantânea, o produto vem com ferramentas SEO para o seu site. Leia mais sobre isso em nossa análise aqui.

Leia nossa análise completa da Jimdo aqui.

14. Plataforma de Vendas Online com o Tray

Há mais de 15 anos no mercado de plataforma de vendas online, a Tray é uma empresa brasileira dedicada à criação de lojas na internet. Ela oferece suporte especializado e integra sua loja a grandes redes de lojistas.

Por ser brasileira, o suporte é mais fácil e ninguém possuirá dificuldades em entender os recursos oferecidos. Há também diversos planos diferentes, permitindo ampliação de recursos.

O plano grátis é uma demonstração, no qual poderá ver como ficará a sua loja. É possível ter os produtos dos maiores players de e-commerce do Brasil sendo vendidos com sua margem de lucro, desde que você passe a ter a assinatura deles.

Neste caso, você pode ter acesso a mais de 200 recursos. Para entender melhor como funciona, recomendamos que leia a nossa análise aqui.

15. Big Cartel para Pequenas Lojas

O grande foco do Big Cartel é em pequenos negócios interessados em abrir logo sua pequena e, quem sabe, primeira loja. É uma plataforma de fácil utilização e que dá destaque para artistas e profissionais criativos que querem vender suas coisas.

É um problema, no entanto, para quem quiser lojas maiores. A primeira complicação se dá na ausência de uma ferramenta de busca, que auxiliaria a encontrar produtos. Sem querer desembolsar para a plataforma, os recursos disponíveis serão um pouco limitados.

Outro ponto que chama a atenção é o limite de produtos, que chega a somente 5 para a loja gratuita. Para quem vende realmente muita pouca variedade, ainda pode ser uma opção.

Para não ficar na curiosidade, você pode aprender mais sobre o que vale a pena nesta plataforma. Para isso, dê uma olhada em nossa análise e tire as suas conclusões aqui.

16. Plataformas para e-commerce: o Brasil na Web

O nome desta provedora representa bem o que está acontecendo atualmente na internet brasileira. Figurando entre as principais plataformas para e-commerce no país, a Brasil na Web possui diversos recursos que podem combinar com o seu projeto.

Sem cartão de crédito e com um registro de segundos, você pode montar uma loja flexível. Eles também possuem um plano avançado, caso goste da plataforma ou precise de um upgrade e de mais recursos.

Mesmo grátis você possui produtos ilimitados e absolutamente nenhuma comissão de venda. No entanto, não conte com o suporte especial do site para este plano ou o pago mais básico, somente via formulários.

Trata-se de uma opção bastante interessante para sites pequenos que querem estar em um ambiente compartilhado. Sem pagar nada, vale o teste. Tudo isso e muito mais você pode ler em nossa análise aqui.

17. Nuvemshop: sua plataforma de vendas virtuais

Direto da Argentina para o Brasil, a Nuvemshop é uma plataforma de vendas que oferece 15 dias gratuitos para teste e depois planos por valores razoáveis. O site garante autonomia e gerenciamento via celular para a loja que você criar.

A reputação do site não está muito boa em sites de reclamações, onde ela oferece todo o suporte. Nos primeiros 3 meses, você não tem que pagar nada de comissão pelo que vender pelo site criado com eles.

Com ou sem CNPJ, você pode começar de forma fácil o seu site. Dentre os recursos que eles destacam, há o recebimento de pagamentos automaticamente e o envio dos seus produtos sem que você se preocupe.

Comparar as vantagens e desvantagens por impulso pode levar a decisões erradas. Por isso, você pode ler a nossa análise completa aqui e não ter mais dúvidas.

18. Jumpseller é boa como plataforma para loja virtual

O fato de a versão brasileira da Jumpseller utilizar o português de Portugal não é um bom indicador. Afinal, o bom domínio da língua utilizada no Brasil é essencial para suporte a quem utiliza esta plataforma para loja virtual.

A empresa também fornece um período de testes que dura duas semanas, sem que você tenha que utilizar cartão de crédito. Você terá acesso a uma loja com SSL e suporte via e-mail, além de produtos ilimitados para vender.

Falando em ilimitado, o site promete que o plano mais básico disponibiliza banda e armazenagem sem limites. Por segurança, sempre é possível fazer um upgrade.

Voltando às vendas, ainda é possível vender, seja qual for o plano, sem pagar qualquer taxa de comissão ao site. É o plano mensal e nada mais. Para saber mais, leia nossa análise aqui.

19. Como ter a sua loja com Ecwid

Repaginada para atender a lojistas do Brasil, a Ecwid deixa você criar sua loja online em poucos minutos. Além disso, eles integram o site aos Correios e a métodos de pagamento populares utilizados pelos consumidores.
A inscrição, como prometida, é gratuita e não limita as suas vendas por isso. É destaque nesta plataforma que qualquer site já existente pode ser rapidamente integrado, e que milhões de usuários já aderiram a ela.

Sem conhecimento de programação, pode ser difícil conseguir diversificar consideravelmente o layout do site sem contratar alguém para fazê-lo. Também, o site possui algum tipo de limite para o número de produtos.

É uma tarefa difícil decidir se os benefícios da plataforma superam as dificuldades ou desafios. Para tanto, nós temos uma análise que você pode ler aqui.

20. Volusion funciona como plataforma para ecommerce

De volta às opções internacionais de plataforma para e-commerce, a Volusion permite um teste gratuito para que você coloque sua loja online.

Sem taxas por transações como vendas, você possui um atendimento online (em inglês) e ferramentas SEO para auxiliar o seu site a chamar a atenção de mais consumidores.

No entanto, há um máximo de vendas anuais, que cresce conforme mais caro o plano. Os produtos também são limitados, mas somente para os dois primeiros tipos de contrato.

Além disso, com o plano mais básico funções simples como importação e permitir comentários e votos ficam de fora. Para saber mais sobre o que é essa plataforma, leia a nossa análise aqui.

21. Venda de produtos com a Boxloja

A última loja de nossa lista é a Boxloja, que permite um período de teste grátis para ver se sua loja se adequa a eles. Você pode, inclusive, testar tanto o plano básico como o avançado.

A diferença entre os planos é a liberação de modos especializados de frete, além do pagamento com depósito em conta e a criação de outras ferramentas de marketing que não cupons, promoções e frete grátis, disponibilizados sempre.

Trata-se de uma plataforma jovem, ainda com pouca reputação no mercado. Os templates personalizados disponibilizados já foram criticados por ex-usuários. Claro que, mediante customização com desenvolvedores, mudanças são possíveis.

Para saber mais e se vale a pena contratar os serviços para a sua loja, tire alguns minutos para ler a nossa análise aqui.

Artigos relacionados

Lucas Simas

Como começar e como vender pelo Mercado Livre

Estão surgindo diversos novos marketplaces, como os sediados por companhias como a Magazine Luiza e o Banco Inter. Mesmo assim, a opção disponível mais utilizada no Brasil, tanto por vendedores quanto por compradores, continua sendo o Mercado Livre. Com tantas compras sendo realizadas a todo momento e todos

Leia mais »
Lucas Simas

Sua loja no Instagram: Como vender pelo Instagram Brasil

Atualmente quase todos os usuários do Instagram sabem que a plataforma oferece a possibilidade de vendas de produtos, pois os anúncios estão em todo lugar. Tratando-se de uma das redes sociais mais utilizadas do mundo, faz sentido querer a sua loja lá. Diferentemente de plataformas que oferecem a

Leia mais »
Lucas Simas

Lista dos produtos mais vendidos no Mercado Livre Brasil

Quem quer trabalhar vendendo itens no maior mercado aberto online do Brasil, e um dos maiores do mundo, definitivamente quer lucrar. Existem casos em que as pessoas simplesmente querem vender algumas coisas que têm em casa. No entanto, para fazer dinheiro é necessário fazer negócio como em qualquer

Leia mais »