Home » O Melhor site grátis de E-commerce para criar sua Loja Virtual » Magento

O que é ecommerce Magento e qual a melhor hospedagem

Se você está pensando em montar um site para vender produtos, certamente, ouviu falar do Magento. É a plataforma de comércio eletrônico mais popular do planeta. Sabe por quê?

Apesar de um site de compras dispensar praticamente todos os itens necessários a uma loja física, implementá-lo continua sendo um desafio e tanto. É preciso tempo, cuidados e investimentos. É aí que o Magento faz a diferença, porque ele reúne infinitas possibilidades grátis. Bem, quase grátis.

Neste artigo, você vai conhecer mais essa plataforma e saber que tipo de hospedagem ela requer. Vem com a gente.

Afinal, o que é Magento e quais suas vantagens?

O Magento é um sistema de código aberto (open source). Ou seja, qualquer programador ao redor do globo pode colaborar com o desenvolvimento de novas soluções.

Por ser aberto, o sistema permite total customização. Não é à toa que está em mais de 50 países com mais de 300 mil lojas virtuais implantadas.

A customização só é possível através de módulos de integração. Pense neles como peças de quebra-cabeça. Cada loja virtual Magento só usa as peças que interessam (ex.: disparo de email marketing, one step checkout, formas de pagamento, como boleto bancário, cartão de crédito etc).

Por ser escalável, a customização da plataforma ecommerce Magento permite sua aplicabilidade a todos os tipos de ecommerce.

Em outras palavras, ele traz soluções a empresas de grande, médio e pequeno porte, de todos os segmentos, com foco em B2C (consumidor final), B2B (business to business), B2B2C etc.

Algumas empresas globais que usam Magento:

  • Samsung
  • Lenovo
  • Ford
  • Nike
  • Coca-cola

Algumas empresas nacionais que usam Magento:

  • Riachuelo
  • Livraria Saraiva
  • Sandálias Ipanema
  • Sandálias Rider
  • Nescafé Dolce Gusto

O Magento também é free. Boa parte dos módulos que você vai precisar, provavelmente, pode ser baixada gratuitamente.

Porém, lembre-se de que, se é gratuito para você, é para o seu concorrente. E se diferenciar no mercado é essencial. Investir num bom template, por exemplo, pode ser interessante. Lá na frente, falamos mais sobre isso.

Qual a melhor hospedagem para sua loja de e-commerce Magento?

Quando falamos em código aberto, flexibilidade e integração, muitos podem supor que é fácil operar o Magento. No entanto, são essas características que fazem dele um sistema complexo.

E lembre-se de que estamos falando de linguagem de programação. Aquela que parece hieróglifos egípcios misturados com alfabeto marciano.

A complexidade do sistema nos leva ao segundo ponto que você precisa ter em mente antes de abrir sua loja online: você vai precisar, no mínimo, de um programador especializado nessa plataforma. Por ser aberta, ela não possui suporte técnico.

Embora alguns empreendedores tentem fazer tudo sozinho, saiba que o Magento consumiria muito do seu tempo e energia. E para ter resultados, você tem que focar nas vendas online ao invés dos detalhes técnicos, correto?

Por fim, as vantagens acima e a linguagem complexa nos ajudam a concluir qual é o melhor tipo de hospedagem seu site de vendas Magento. Ela precisa ser de alto desempenho e, claro, de um bom provedor.

Aqui, um alerta: você pode encontrar pessoas falando na Internet que a plataforma é lenta, mas não é verdade. O que acontece é que, sem informação, alguns terminam escolhendo uma hospedagem básica para um sistema repleto de recursos e módulos. Aí o coelho vira tartaruga.

Por isso, invista numa solução de hospedagem de alta performance e segura. Na hora de escolher o provedor, converse com seu profissional, colha informações na Internet, entre em contato com o suporte de todas as opções. Por fim, dê preferência aos que oferecem tanto suporte quanto plano especializados Magento.

Download de templates para Magento

Você pode escolher temas (templates) para ser a cara do seu site. Eles são criados pela comunidade de programadores, que podem disponibilizá-los de forma paga ou gratuita na plataforma.

Antes de baixar seu template, conheça bem seu segmento, seu público e seus concorrentes. Pense nas suas necessidades. A escolha errada pode deixar o ecommerce da sua pizzaria com mais jeito de loja de sapatos. Não vai ser muito apetitoso.

Além disso, verifique o quão responsivo é o template que você vai levar. Ser responsivo significa que ele terá um layout bonito, uma navegação agradável e um bom desempenho, tanto na versão desktop quanto na versão mobile. Segundo dados do Google, 86% das pessoas que têm smartphone o utilizam para fazer compra online. Então, fique ligado.

Algumas empresas que oferecem templates pagos e gratuitos são:

  • Themeforest
  • Template Monster
  • Magento Connect
  • Você também pode criar seu próprio template. O Magento é aberto, lembra?

Plataforma Magento na era da Experiência

Mais do que nunca, o cliente é o centro das atenções. E ele não quer só comprar, ele quer sair encantado da sua loja. Vivemos a era do Marketing de Experiência. E no que o Magento pode contribuir com isso?

Através da integração de módulos, o Magento permite que você configure a usabilidade do seu site de acordo com a jornada de consumo do seu público-alvo. Isso fará com que seu cliente tenha a melhor experiência. E o melhor: saia compartilhando até com as inimigas.

Além disso, ao pesquisar sobre o seu segmento, seu cliente precisa ver seu site entre os primeiros da lista. Para isso, é importante desenvolver boas estratégias de marketing digital. Entre elas, está a otimização para mecanismos de busca do Google (SEO). O Magento é muito inteligente nesse sentido.

Confira algumas práticas que você pode implementar para ajudar o seu site a “bombar” nas pesquisas:

  • Colocar opção de compartilhamento nas redes sociais
  • Criar uma teia de referências entre seu site e outros relacionados (link building)
  • Cadastrar e descrever corretamente seus produtos
  • Usar imagens de qualidade
  • Incluir rodapé de produtos relacionados

Integração de site Magento com marketplaces

Os marketplaces são os grandes shoppings do mundo virtual. Lojas Americanas e Mercado Livre são alguns exemplos nacionais de marketplaces.

Integrar seu site a um marketplace pode impulsionar ainda mais suas vendas. Essa integração funciona através de módulos plugins. Se você estiver cadastrado no Mercado Livre, por exemplo, e fizer uma integração com seu e-commerce, é possível:

  • Integrar seus produtos nas duas plataformas
  • Importar suas vendas do ML para o seu site.
  • Tirar dúvidas dos compradores no ML a partir do painel do seu site
  • Atualizar o estoque
  • Enviar produtos com variações (cor, tamanho, material etc)

Conclusão

Neste artigo, vimos que o Magento:

é o maior e mais flexível sistema openfree de ecommerce do mundo. Por isso, até os grandes players globais e nacionais possuem sites de produtos ou serviços na plataforma.

permite múltiplas possibilidades a partir de seus módulos de integração, que são pagos ou gratuitos e funcionam como peças de quebra-cabeça.

possui templates responsivos e recursos que ajudam na sua gestão do marketing digital.

é um sistema complexo, que demanda investimentos em equipe especializada e hospedagem de alto desempenho.

exige que você conheça profundamente seu segmento, para acertar bem nas suas escolhas, antes de começar a vender pela Internet.

Ficou alguma dúvida? Quer falar sua opinião sobre o Magento? Deixe seu comentário.