Home » E-commerce & Loja Virtual » Melhores produtos
brasil online 10

Todos os melhores artigos para vender online na sua loja

Completamos um artigo inteiro com as melhores opções de produtos para que você lucre com vendas na sua loja. Nós buscamos quais são os itens mais procurados, quais categorias possuem os maiores volumes de vendas e como concretizar os lucros.

De maneira resumida, porém detalhada, nós ensinamos a fazer vendas utilizando marketplaces e redes sociais. Além disso, indicamos quais as principais estratégias que podem ser utilizadas, além da simples venda de produtos físicos.

Seja para este ano de 2019 ou com planos para 2020, a leitura deste artigo garantirá que você tenha boas vantagens em relação à sua concorrência. Por isso, sem mais delongas, passamos às informações mais importantes.

Os produtos ideais para vender online em vendas pela internet

Descobrir qual o melhor produto para vender na internet é uma tarefa difícil, pois envolve bastante pesquisa e incerteza. O que vende melhor por uma rede social pode perder o posto para produtos diferentes em um marketplace, por exemplo.

Pensando nisso, nós corremos atrás de categorizar os tipos de produto e de mudanças que ocorrem no e-commerce para que você consiga montar o seu catálogo. Não é uma lista exaustiva, e em algum momento pode surgir um produto que não está no artigo.

Caso queira um atalho, clique aqui para ir para o resumo.

Quem deve comercializar no mundo virtual?

Mesmo com todas as facilidades permitidas por ferramentas de criação de e-commerce e bons serviços de hospedagem, as vendas online são um desafio. Criar sites para vender produtos está fácil, e o desafio fica por conta de conseguir lucrar e manter os lucros.
Ter um produto que venda muito bem no geral é importante, mas não basta. É preciso aceitar os riscos, ter motivação de empreendedor e saber investir adequadamente, tanto em estoques quanto em funcionalidades.

Uma loja também é expansível, e o fluxo de tráfego pode alterar-se de uma hora para a outra. Por isso, quem tem um site de vendas precisa ter planos de contingência para esses momentos, garantindo que o site não saia do ar, o que não acontece na loja física.

Portanto, caso você não seja uma pessoa muito conservadora e tiver espírito empreendedor, seu negócio terá tudo para deslanchar.

Como vender pela internet do jeito certo?

Antes de tudo, é preciso ter boas ideias. Este artigo é essencial para lhe ajudar nestes primeiros passos, mostrando o que mais venda na internet. Não é a única maneira de fazê-lo, mas ajuda a conseguir algum volume de vendas já no início.

De forma resumida, podemos colocar quatro passos:

  1. Momento das ideias e concepção
  2. Estrutura e recursos do site
  3. Adição de conteúdo e produtos
  4. Publicidade e manutenção

Então, será preciso decidir se serão vendidos produtos físicos ou digitais e se haverá estoque. Muitas pessoas optam por fazer Dropshipping e enviar produtos de outras pessoas para os seus clientes, sem nem lidar com eles diretamente.

Em seguida, o segundo passo tem a ver com colocar tudo no lugar antes de inserir o catálogo de produtos para venda. É preciso encontrar uma boa hospedagem, ou aproveitar a que vem com plataformas de e-commerce.

Além disso, a escolha de onde será hospedado o seu site incluirá limitações de edição, de uso de recursos e outras mais. Geralmente, opções baratas ou grátis tendem a ser mais difíceis de se trabalhar e menos flexíveis.

Por outro lado, quem possui conhecimento técnico pode se destacar utilizando os produtos de código aberto sem limites.

Colocando conteúdo e o catálogo

Resolvida a questão mais técnica e estrutural, é preciso adicionar conteúdo ao site. Ajuda em termos de SEO (otimização para sites de busca) ter um blog acoplado à loja, ou algo que adicione valor ao site que não sejam só produtos.

Por meio da plataforma para ter uma loja virtual que você escolher, provavelmente será possível adicionar os itens para venda de maneira bem fácil.

Manutenção e anúncios

Com tudo pronto, as pessoas precisam chegar à sua loja. Pode ser por meio de anúncio, de estratégias de SEO, e também por divulgação direta. Sem tráfego, não há como conseguir realizar vendas.

Assim, os sites de vendas pela internet que você criar deverão ser mantidos e atualizados conforme for necessário. Se preciso for, é possível até mesmo contratar alguém para lidar com serviços mais incômodos.

O que as pessoas mais compram pela internet?

Agora que você sabe fazer as vendas do jeito certo, é hora de focar no que faz sucesso nas compras online.

Nós verificamos fontes confiáveis e, segundo o 40º relatório WebShoppers (1º semestre de 2019) mais atualizado até então, são as categorias de maior sucesso:

1º Moda e Acessórios – 18%

  • Bijuterias
  • Bolsas
  • Calçados
  • Chapéus
  • Camisetas
  • Óculos etc.

2º Perfumaria, Cosméticos e Saúde – 18%

  • Cremes
  • Maquiagem
  • Perfumes etc.

3º Alimentos e Bebidas – 3%

  • Produtos fitness
  • Suplementos
  • Whisky etc.

É muito importante ter uma fonte confiável nestas horas, pois alguns sites copiam informações antigas ou inventadas. Os exemplos são apenas para situar o lojista, pois não é possível precisar os produtos específicos de maior rendimento.
No que estas informações são relevantes para você?

Você sabe que boa parte do mercado é dominado pela moda e perfumaria, duas categorias que estão no topo há anos. Assim, uma loja com produtos exclusivos, originais ou interessantes nestas categorias teria mais chance de um bom volume de vendas.

Claro que, apesar de haver maior volume, também é necessário examinar a concorrência. Afinal, pode ser que boa parte do mercado seja tomado pelas principais lojas dos setores mencionados acima.

Quais os segmentos que estão em crescimento?

Enquanto Moda e a Perfumaria estão dominando com percentuais altos do volume de vendas há anos, há outros segmentos em franco crescimento. Pode ser que entrar agora, antes do volume de vendas se estabilizar como alto, seja uma oportunidade.

Vamos, com base no mesmo relatório da e-Bit, descobrir quais setores estão aos poucos tomando conta do mercado:

1º Petshop – +144%

  • Acessórios para animais
  • Casinhas Pet
  • Roupas para cães etc.

2º Alimentos e Bebidas – +82%

  • Produtos fitness
  • Suplementos
  • Whisky etc.

3º Joias e Relógios – +49%

  • Colares
  • Pulseiras
  • Relógios etc.

Para fins de comparação, para os produtos mais vendidos na internet 2019 também foi um ano representativo. Moda e Acessórios subiu 48% e Perfumaria, Cosméticos e Saúde subiu um total de 40%, todos em comparação com o mesmo período de 2018.

Por que são esses os produtos mais vendidos no Brasil?

O Brasil está em terceiro lugar, atrás da China e dos Estados Unidos, em consumo de produtos de beleza. Trata-se de uma nação preocupada com a estética e o visual, razão pela qual é difícil para qualquer setor superar os dois primeiros setores da lista.

Sabendo disso, é fácil entender que pelos próximos vários anos eles continuarão a dominar quase um quinto do mercado cada um. Caso seja sua escolha de investimento, a perda do volume nacional de vendas não será uma preocupação.

Já quanto ao setor em maior crescimento, o de produtos para Pets, trata-se de uma grande promessa para o futuro. No ano passado, movimentou nada menos que R$34,4 bilhões, sendo destes quase R$3 bilhões só pela internet.

São dados verídicos, retirados do Instituto Pet Brasil, que mostram que o setor promete maior crescimento para o futuro. Na contramão da crise, lojistas estão lucrando com clubes de assinatura, acessórios exclusivos e mais.

Ideias como essa e outras similares serão dadas ainda neste artigo, para que você consiga se destacar da concorrência.

Ideias para venda sem ter estoque

Com base nos dados levantados para este artigo, nós elaboramos uma lista de boas ideias para quem está começando, mas não sabe por onde enveredar.

Primeiramente, nós focaremos nos produtos que é possível vender pela internet sem ter que lidar com ele propriamente dito. E não falamos dos digitais, pois também chegaremos neles, mas sim dos que utilizam a estratégia de dropship.

Existem sites como a loja Imagem Folheados que oferecem a oportunidade de vender seus acessórios a outros. Você pode criar uma loja, colocar o catálogo à venda e fazer o pedido manualmente, sempre que alguém comprar pelo seu site.

No caso específico acima, você estaria vendendo produtos dentro da categoria Moda e Acessórios. A vantagem é não ter que lidar com a logística, mas é preciso estar atento(a) ao estoque da fornecedora e colocar uma boa margem de lucro.

Assim, boas ideias para tomar este caminho são:

  1. Encontrar fornecedores que aceitem revendedores (pet, moda, perfumaria)
  2. Vender itens baratos de sites chineses (moda, pet)
  3. Assinar planos de sites de dropship para enviar produtos de outros (moda, pet)

Além disso, caso você esteja utilizando uma boa plataforma de vendas online como o sistema para lojas Shopify, o processo de adição e manutenção de produtos poderá ser automático.

Também é possível fazer venda sem estoque com o Mercado Livre, apenas criando uma conta na plataforma rapidamente.

Os artigos ideais para comercializar em marketplaces

As vendas via internet têm mudado e agora os grandes sites de compras estão servindo de vitrine para lojas pequenas. Eles são chamados marketplaces e, de uma hora para a outra, já se tornaram um dos principais canais para qualquer site de vendas online.

Atualmente, os principais locais para colocar produtos de sua loja são:

  1. Amazon
  2. Mercado Livre
  3. B2W (Submarino + Americanas + Shoptime)
  4. Carrefour
  5. Magazine Luiza (comprou a Netshoes)

Inclusive, nós temos um artigo completo com o que vender no Mercado Livre, onde é possível a venda até mesmo por pessoas sem loja.

Cada um desses sites pode ser mais bem utilizado para um tipo diferente de produto, mas o ranking geral ainda pode ser considerado.

A nossa indicação é procurar pelos mais buscados no momento em que estiver atualizando o seu catálogo. Assim você terá informações mais precisas e poderá escolher um produto de acordo com o momento.

Recentemente, vendas na Amazon estão com boas perspectivas no futuro, por conta do novo pacote com frete gratuito disponibilizado pela plataforma. No momento, só podemos especular.

A seguir, veremos como classificar os produtos que, sem motivo aparente, passam a ser bastante disputados e vendidos.

Produtos sazonais e tendências

Os produtos que mais vendem na internet como mostrados acima são campeões em volumes de vendas, mas não necessariamente são os melhores. Há bastante concorrência, e a alta quantidade de vendas pode perder para uma taxa menor de algo que só você tem.

Trata-se de algo pouco provável, embora seja possível aproveitar uma febre de vendas ainda no início, antes que as grandes lojas tomem partido. Também neste caso, é interessante colocar os produtos em marketplaces, para maior visibilidade.

Há dois tipos de produtos que possuem picos de vendas. Um primeiro grupo é o de produtos sazonais, que são aqueles que fazem sucesso em determinada época do ano. Podemos citar como exemplos:

  • Roupas frescas para o verão
  • Itens decorativos para o Natal
  • Cadernos escolares

A venda nunca para, mas o volume varia ao longo do ano e há concorrência também todo o tempo. Dedicar uma loja a produtos sazonais pode ser uma péssima ideia, por conta do baixo volume em outras épocas.

Por isso, na primeira etapa da seção onde você entende como vender na internet da maneira certa, estabeleça um catálogo que renda lucros o ano todo.

Já as tendências são aqueles produtos que surgem como novidade, seja por algum evento que impulsione suas vendas ou por ser algo original. Podem ser roupas que entram na moda para sumirem em seguida, ou algum brinquedo que desponta.

É quase impossível prever quando isso acontece, mas é importante estar atento(a) para garantir que estará pronto(a) para colocar no seu estoque quando ocorre.

Quais os produtos que mais vendem na internet em 2019?

Nós vimos as categorias com mais vendas pela internet, mas o ano de 2019 teve e ainda está tendo algumas tendências. Talvez possa ser tarde para um aumento imediato das vendas, mas ainda pode ser possível gerar bons lucros.

1. Acessórios para celular

Estes estão em alta há muito tempo. No entanto, há sempre novidades no mercado e as pessoas têm que adquirir novas capinhas e outros acessórios quando compram um modelo novo de celular.

Dentre as principais vantagens, nós citamos o baixo preço e a facilidade de estocar esses produtos. Além disso, é muito provável que vão ser vendidos com facilidade, desde que você ofereça bons produtos.

Foque sempre nos modelos mais novos de celular, ou mais famosos como o iPhone.

2. Roupas de ginástica

Nós ainda falaremos do uso do Instagram, mas é um fato que a rede social estimula compras só pelo seu funcionamento. É moda compartilhar tudo o que tem relação com o mundo fitness, e isso inclui de comidas a roupas.

Por isso, pessoas e principalmente as mulheres têm investido em diversos modelos diferentes de roupas para ir à academia. Assim, elas postam fotos e vídeos sem repetir os mesmos tipos, quase que diariamente. Trata-se de um vício e uma oportunidade de venda.

3. Smartwatch

Um pouco mais recente que os produtos anteriores, os relógios com tecnologia avançada são um investimento mais caro, mas estão em alta. Desde 2018, a procura em buscadores como o Google quase que duplicou.

4. Acessórios relacionados com viagens

Outra coisa que entrou em voga graças às redes sociais foram as viagens. Todo mundo gosta de viajar, mas ultimamente as pessoas já programam suas viagens pensando no que compartilhar no Instagram e no Facebook.

Além disso, ver fotos todos os dias estimulam pessoas a buscar mais viagens. Com isso, alguns acessórios passam a ser mais disputados. Bons exemplos são carregadores portáteis para emergências e mapas onde são marcados os locais visitados.

Que tal os produtos digitais?

A ideia de que lojas só vendem itens tangíveis está mais do que ultrapassada. Hoje em dia, boa parte do que é vendido na internet é totalmente digital. Por isso, trazemos exemplos que podem gerar dinheiro para lojistas, sem estoque ou custos com logística.

Primeiro, vejamos as principais vantagens dessa escolha:

  • Sem custo de envio.
  • Não precisam de estoque.
  • Quantidade ilimitada.
  • Venda rápida.

E finalmente, vejamos boas ideias para que você saiba como vender online quando se trata de produtos totalmente digitais. Lembre-se que você pode vendê-los não só em seu site, mas também em marketplaces. Nós ensinamos como fazer vendas no Mercado Livre em um artigo.

Vamos ver!

1. Cursos online

Calma! Você não precisa ser um especialista para comercializar cursos. É possível conseguir a autorização ou representação de um curso existente e vendê-lo com uma pequena margem de lucros.

A vantagem é que você só precisa adicionar à sua loja. No entanto, caso você realmente seja bom em algo, seria interessante a criação de pequenos cursos, que gerariam lucros diretamente para você.

São exemplos de temas a serem ensinados e que fazem sucesso hoje:

  • Dança
  • Economia e Finanças
  • Gastronomia
  • Línguas e idiomas
  • Maquiagem
  • Moda e Costura
  • Música

2. E-books

Você pode revender livros e ganhar dinheiro com programa de afiliados sem nunca ter escrito mais do que duas linhas de texto. Assim como o anterior, também é possível criar itens originais e vender na internet.

Todos buscam algo com o que se distrair em momentos de ócio ou, por exemplo, no transporte público. Em vez de jogos casuais, algumas pessoas preferem ler. Por isso, os e-books estão cada vez mais em alta.

3. Serviços em geral

Você é bom em conseguir seguidores nas redes sociais? Posta para outras pessoas? Os serviços digitais também estão em alta e realizam diversas vendas atualmente.

Não é sequer preciso que seja você a pessoa que realiza o serviço. Você pode contratar outras pessoas e deixar uma loja de serviços disponível, chamando a pessoa responsável por prestar o serviço quando houver contratação.

São apenas algumas ideias que podem complementar a renda e que não são exclusivas. Ou seja, você pode ter a sua loja com produtos físicos e uma extra, só com produtos digitais.

Os melhores produtos para vender no Instagram hoje

Se você já aprendeu a como vender pelo Instagram, também já deve ter algumas ideias sobre as vendas pela plataforma.

Por conta do sucesso da rede social, tudo o que é tendência fora do Insta passa a ser destaque na plataforma, e vice-versa. Mesmo assim, há itens que são mais comuns de serem vistos e vendidos.

Primeiramente, uma loja no Insta funciona como um catálogo, que é conectado ao Facebook e à loja original online. Assim, funciona como um mostruário a todos os usuários que desejam fazer compras pela plataforma.

Como se trata de uma rede social que foca em fotos e momentos, tudo o que tem a ver com estilo e estética possui destaque. Assim, vender produtos pela internet com o Insta costuma ser mais fácil para quem vende roupas e acessórios.

Além da moda, outro setor muito importante é o de comida, especialmente para segmentos ligados a determinadas tribos. São bons exemplos:

  • Comidas saudáveis e fitness.
  • Comida para veganos.
  • Comida do tipo gourmet.

Como falamos de lojas virtuais, é claro que devem ser produtos industrializados. A exceção fica por conta de lojas locais, que utilizem um site para fazer a venda de comidas frescas.

O que buscam as pessoas que compram?

Não adianta ter os produtos que mais são vendidos, as categorias mais buscadas, se a loja não fornecer o que os clientes querem. Além de encontrarem o produto de que precisam ou que desejam, há alguns destaques para a experiência delas sobre os quais refletiremos.

Confiabilidade e segurança

Quando você escolhe uma boa plataforma para colocar sua loja, tenha certeza de que ela possui bons recursos de segurança. É preciso um certificado SSL, além de métodos de pagamento seguros, para a segurança do cliente.

Assim, é possível colocar visível para todos os visitantes que o site possui certificados de segurança e protege os dados pessoais e financeiros dos consumidores.

Suporte e Atendimento

Existem diversas formas de terceirizar o serviço de suporte, para os lojistas que não tiverem tempo ou equipe para atender via chat. Com certeza é a maneira mais rápida de resolver dúvidas e acatar sugestões dos clientes.

Além disso, ofereça sempre um bom formulário onde os clientes e curiosos possam entrar em contato. E claro, além de oferecer os meios para comunicação, não deixe de responder com a mesma eficácia.

No Brasil, também é essencial estar atento ao site de reclamações Reclame Aqui. Lá, pessoas insatisfeitas deixam opiniões que podem afetar a reputação de um site. Verifique se a reclamação é devida e, então, responda de acordo.

Boa navegabilidade

As pessoas buscam resultados rápidos em suas buscas. Quando se trata de compras, o impulso é o principal motivador de compras, o que pode ser perdido se o site for lento ou confuso demais.

Portanto, crie layouts simples, sem inventar demais. Uma demora para encontrar e finalizar as compras pode levar o possível cliente a outro site ou a desistir da compra.

Formas de pagamento

Em quantas vezes é possível parcelar? É preciso pagar juros? Estas perguntas e outras têm tudo a ver com a decisão de compra do seu consumidor.

Ofereça sempre métodos de pagamento fáceis e comuns, como o boleto bancário, a transferência bancária e os cartões de crédito. Assim, você evita que os consumidores desistam da compra.

Envio e logística

Quando os produtos forem enviados por você e não por fornecedores, busque que o envio seja o mais eficiente possível. Quanto mais rápida a entrega, maior o volume de vendas por uma simples questão de satisfação do desejo do cliente.

Além disso, verifique a possibilidade de facilidades como o frete gratuito. Muitas lojas conseguem oferecer o envio sem custo para um valor mínimo.

Promoções e descontos

Fixos ou sazonais, os descontos são sempre bem-vindos. Pode ser uma estratégia temporária para desbancar um concorrente, ou por conta de alguma época do ano. Seja como for, promoções são sempre uma maneira de atrair e reter clientes.

Há boas plataformas que criam cupons de desconto automaticamente, então busque saber se a sua oferece esta facilidade. Naquelas de código aberto, pode ser necessário comprar um recurso extra como add-on.

Os melhores produtos para vender na internet em 2020

A maior certeza no momento, com a proximidade do fim do ano de 2019, é que 2020 terá os mesmos produtos no topo. Serão as categorias de moda e de perfumaria e cosméticos as líderes de vendas, com novos produtos sazonais e tendências de mercado.

O melhor produto para vender na internet em 2020 pode ainda ser desconhecido. As tecnologias estão avançando, e pode ser alguma novidade como um celular com novas funções. Os móveis são o maior destaque em marketplaces como o ML.

Uma boa maneira de entrar no ano que vem com o pé direito é visitar o Google Trends. A plataforma mostra o que está sendo mais falado na internet no momento, e é possível pesquisar a quantidade de buscas passadas para qualquer termo ou frase.

Com essa ferramenta e as dicas que demos até agora, ficará fácil ter em sua loja bons produtos que mantêm as vendas em alta.

Levando os clientes para a loja

Você já tem as categorias e as maneiras para encontrar os produtos certos, e sabe como a loja deve ser otimizada para clientes. Mas como fazer com que as pessoas cheguem aos seus sites para comprar?

1. Anúncios e propaganda

Você pode comprar espaços em outros sites ou anunciar em redes sociais, nos buscadores e em qualquer outro lugar disponível. Geralmente, os custos estão ligados ao destaque do local e à seleção de palavras-chave.

2. Otimização para motores de busca

Otimizando uma loja com bons links e uma boa estrutura, você estará aplicando técnicas de SEO para que pessoas encontrem seu site no Google. Não há garantias, mas é um método barato ou até mesmo sem custos.

E-mail marketing

Você pode montar uma lista de e-mails e enviar campanhas para atingir pessoas que poderiam estar interessadas em seus produtos. A criação dessa lista exige bastante esforço, e pode ser por meio de newsletters.

Esses são três métodos bastante utilizados e com os quais já é possível conquistar tráfego suficiente para realizar boas vendas com sua loja. O ideal é sempre otimizá-los e estudar estatísticas para entender melhor como funcionam.

Resumo sobre a venda pela internet

Os setores de moda e relacionados a produtos cosméticos continuam liderando com o maior número de vendas do país. Além disso, há setores em franca ascensão e com possibilidade de maiores vendas no futuro, como acessórios e itens de bichos de estimação.

Existem também produtos que não pertencem a categorias famosas, mas que despontam por uma questão de sazonalidade ou tendência. Saber quais são os atuais e como identificar novas oportunidades é essencial, e nós mostramos o caminho das pedras.

Além de uma loja de produtos físicos, é possível comercializar itens digitais e utilizar redes sociais e até marketplaces para vendas. Uma boa estratégia é a que explicamos no guia de Dropshipping do site.

Para fazer tudo isso, pode ser necessário que você investigue os melhores sites para ter uma loja virtual grátis.

Por fim, tenha certeza de que estará criando a melhor loja virtual e mantenha-a sempre atualizada conforme as novidades. Com todas as informações fornecidas neste artigo, é quase impossível não obter lucros e sucesso.

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Oferta por tempo limitado!