Home » E-commerce & Loja Virtual » Vendas no Mercado Livre

Como começar e como vender pelo Mercado Livre

Estão surgindo diversos novos marketplaces, como os sediados por companhias como a Magazine Luiza e o Banco Inter. Mesmo assim, a opção disponível mais utilizada no Brasil, tanto por vendedores quanto por compradores, continua sendo o Mercado Livre.

Com tantas compras sendo realizadas a todo momento e todos os dias, é um local de presença quase obrigatória para lojistas. A melhor parte é que é possível fazer tudo que um lojista faz sem nem ter um CNPJ. São 53 milhões de visitas por mês que podem ver seu anúncio.

Até mesmo quando se trata de criar anúncio Mercado Livre é o lugar onde o processo é feito mais rapidamente. É bastante simples, e ensinaremos isso e tudo o mais que envolve conseguir realizar vendas no site a seguir.

Portanto, para começar a aprender e entender tudo num passe de mágica, continue conosco. Caso queira pular para o resumo, clique aqui.


Começando a vender no Mercado Livre do Brasil

O primeiro ponto a ser entendido e reforçado é o de que não é preciso ter qualquer loja, seja física ou virtual, para começar este processo. Basta ter algo para vender, seja tangível ou completamente digital, para ser possível ter um anúncio.

É por isso que atualmente é uma opção tão comum para quem quer trabalhar com vendas. O fato de estar na boca de todos também ajuda, pois é o primeiro lugar onde as pessoas hoje procuram.

Entendido isso, o primeiro passo é o mais importante e também o mais simples: criar um cadastro na plataforma.

Como começar a promover os meus produtos?

Você deve acessar o site oficial do ML e mandar criar uma conta. Serão necessários dados pessoais simples como o nome, além de uma senha para qualquer futuro acesso.

Com poucos segundos, você terá criado um registro pronto para criar qualquer tipo de anúncio aceito pela plataforma. Clicando em “Vender”, já são abertas as opções para já escolher o tipo de item a ser vendido.

Mas espere!

Apesar de ter sido extremamente rápido e fácil chegar até aqui, você deve continuar a ler este artigo. Mais do que somente o início, você precisa aprender como alavancar suas vendas e fazer com que elas resultem em lucro para você.

Além disso, é importante saber como conseguir frete grátis no Mercado Livre, além de outras coisas que os profissionais oferecem. Assim, você conseguirá com que mais usuários comprem seus itens.

Por isso, vamos continuar!

Quem pode utilizar a plataforma para lucrar?

As limitações impostas pela plataforma diminuíram para pessoas físicas, embora ainda seja preciso estar ciente de alguma limitação. Como exemplo, alguém sem uma empresa, vendendo como uma pessoa física, pode vender sem nota fiscal ou qualquer outra exigência.

Porém, o limite para esse tipo de operação é de R$12.000 por mês. A partir de tal valor, é preciso que haja dados fiscais, o que implica em se registrar como pessoa jurídica – ao menos como MEI. Utilizar o serviço do Mercado Coletas também exige uma nota fiscal.

Tornar-se MEI hoje no Brasil é fácil e exige um pagamento que varia entre R$50-60 mensais. É possível manter-se assim até o faturamento em um ano de R$80.000, a partir do qual é preciso migrar para outro tipo de classificação.

Assim, qualquer pessoa física até o valor mensal acima e também qualquer pessoa jurídica pode fazer suas vendas pelo marketplace.

Dicas sobre como vender bem no ML

Antes de prosseguirmos com as dicas referentes aos anúncios e aos recursos do ML, precisamos pensar em como vende-se bem.

É tudo muito diferente de ter uma loja própria, seja um estabelecimento real ou um site na internet, pois somente a página do produto está sob seu controle.

Existem mais parâmetros a ajustar do que a grande maioria dos vendedores acha que têm, o que lhe confere alguma vantagem. Afinal de contas, você está aqui aprendendo todos eles, dentre os quais são os mais importantes:

  1. Customização da categoria e do nome do produto
    A grande maioria dos compradores chegarão aos seus produtos por meio da busca dentro do ML. Eles buscarão o nome ou filtrarão pela categoria do produto, razão pela qual ambos precisam estar tão óbvios e precisos quanto possível.
    Customize somente da maneira necessária, incluindo tantos detalhes relevantes quanto for possível. Basicamente, inclua tudo pelo qual as pessoas possam pesquisar, sem deixar desorganizado.
  2. Otimize as fotos
    As pessoas olharão os preços e os comentários, mas as imagens dos produtos também precisam estar de acordo com o que buscam. Tenha sempre boas figuras, de preferência originais, do que está vendendo.
  3. A descrição vem em seguida
    Satisfeitos em terem encontrado um produto com um preço acessível e com a cara que buscam, os compradores leem a descrição. É lá que estão dados técnicos que podem ser úteis, então preencha com todos os necessários, sem exageros.
  4. Tome conta da sua reputação
    Clientes insatisfeitos fazem com que sua classificação caia no ML. Adiante falaremos mais sobre a nova reputação Mercado Livre. Por hora, tenha consciência que, sem um atendimento de excelência, ninguém ganha dinheiro na plataforma.
  5. Invista em publicidade
    O estoque não é o único investimento necessário para ter retorno no universo das vendas via marketplace. É preciso investir um pouco em publicidade, o que inclui:
  • Campanhas de marketing via e-mail
  • Propaganda nas redes sociais
  • Anúncios no próprio ML

Com foco nestas cinco dicas para uma venda melhor, já é possível tirar bons lucros. Pode levar um tempo para a adaptação ao formato de venda Mercado Livre, mas você já deu o pontapé inicial.

Agora, seguiremos para ver mais sobre o novo sistema de reputação do site.

O novo sistema de reputação

Entender como funciona a nova classificação em termos de reputação é crucial para qualquer lojista. Hoje, todos confiam no marketplace, pois aprenderam que, apesar de ser livre, há uma maneira de dizer quem é um vendedor confiável.

As três cores predominantes em uma reputação são o vermelho, o amarelo e o verde. O objetivo é manter-se, se não no primeiro nível, dentro do espectro verde.

Os parâmetros para classificação

O ML leva em consideração três coisas na hora de definir o nível de reputação de um vendedor de sua plataforma:

  1. O número de reclamações.
  2. Pontualidade nos envios.
  3. Volume de vendas

Basicamente, é vital enviar os produtos conforme as informações fornecidas e em ótimo estado, dentro do tempo prometido e realizar um bom número de vendas. Assim, o seu score será perfeito.

Dicas valiosas para se tornar o melhor vendedor

Já ficou claro quais são os três parâmetros nos quais é preciso prestar atenção. Mesmo assim, daremos dicas individuais que podem acompanhar as suas vendas, assim você garante que está fazendo o seu melhor neste sentido.

Os melhores vendedores ganham um reconhecimento por parte do ML, o que dá o nível máximo de classificação. São passos essenciais para ser uma dessas pessoas:

  • Ter paciência, pois é preciso ao menos 3 meses de conta.
  • Não ultrapassar a marca de 2%, se possível de 1% de reclamações.
  • Não ter mais que 5% das vendas resultando em devoluções.
  • Passar das 60, de preferência das 100 vendas.
  • Faturamento acima de R$36.500.

E pronto, você poderá ser um Mercado Líder!

Criando os anúncios de vendas no Mercado Livre

Você já tem uma conta, sabe onde clicar para criar os anúncios e vários detalhes sobre o sistema de reputação da plataforma. Agora, introduziremos o que vem a seguir, incluindo os passos para garantir que você saiba como fazer um bom anúncio no Mercado Livre.

Logo de início, você poderá definir se seu item está relacionado a veículo, imóveis, serviços (como criação de sites) ou produtos de outros tipos.

Como a nossa indicação aqui é para produtos, e você com certeza irá desejar seguir as nossas indicações dos que mais vendem, optaremos pela última escolha. Assim que isso é feito, você deve definir o título do produto.

Lembra do primeiro ponto para um bom resultado nas vendas? É justamente no título que estarão as palavras mais importantes que levarão os clientes ao que você vende. Portanto, trate de incluí-las.

Um exemplo é um liquidificador da marca Electrolux que possui 3 velocidades e uma potência de 600W. Além disso, ele solta o fundo e é resistente. Como seria um exemplo de título ideal?

Ele incluiria todas estas informações relevantes, como em: Liquidificador Electrolux 3 velocidades 600 W – Solta o fundo.

Viu como é fácil?

Categorizando e customizando o seu produto

Outro ponto da nossa lista também vem logo em seguida, que é a definição da categoria. Nunca escolha sem motivo. As pessoas também utilizam o filtro por categoria do ML e assim encontram os produtos com as categorias que desejam.

Portanto, além do grupo a que pertence o seu item, adicione também aos filtros mais avançados, que geralmente levam em conta as características.

Em seguida, você adicionará as fotos, uma descrição detalhada e a ficha técnica do produto, que incluirá boa parte das informações anteriores. Por ter lido todo o material anterior, você saberá bem a importância de cada um desses passos.

Finalização do anúncio

Agora você deverá definir o preço do produto, levando em conta o tipo de entrega que poderá ser realizada (incluindo a entrega em mãos). Neste momento, também é possível definir se seu usuário terá frete grátis no Mercado Livre.

Optar desta forma pode atrair visitantes, mas ao mesmo tempo terá custos maiores. Nós entraremos com mais detalhes a respeito disso mais à frente em nosso artigo. Por hora, defina um preço, incluindo a entrega, que seja concorrente aos outros vendedores.

Você fecha com seus dados, caso ainda não tenha criado seu perfil para fazer vendas.

Pronto! Você sabe quais serão os passos a serem tomados e a como fazer anúncio no Mercado Livre. Para se destacar, porém, é preciso mais conhecimento. A seguir, falaremos do que você deverá vender caso queira lucrar para valer.

Nós dizemos o que vender no Mercadolivre para ganhar dinheiro

Existem estratégias no Mercado Livre como vender sem ter os itens com você ou encomendando itens do exterior para venda no Brasil. Nem todos sabem disso, e pensam que as vendas estão sempre limitadas ao que se pode adquirir e estocar.

Você pode pegar produtos que são vendidos em outras lojas, sejam brasileiras ou do exterior (principalmente chinesas) e vender sem tê-los comprado.

Não se preocupe, não se trata de nenhuma forma ilegal de trabalhar. Inclusive, nós temos um artigo muito completo e conciso sobre o Dropshipping Mercado Livre, o qual recomendamos a leitura.

Basicamente, por meio de uma plataforma paga ou manualmente, o pedido é feito sempre que alguém encomenda o produto pelo seu anúncio. Há vantagens e desvantagens, mas pode ser uma forma lucrativa de vendas.

Mas seja por venda direta ou de itens de terceiros, é preciso saber o que colocar para vender. Não adianta colocar um produto só porque o fornecedor vendeu muitas unidades a preço baixo, ou porque é algo com o qual você se identifica.

Nestas horas, é imprescindível que as decisões sejam completamente racionais e pensando somente no que se tem a ganhar.

Felizmente, a própria plataforma do ML dá boas ideias e nós reunimos todas elas para que você saiba o que colocar para venda. Nós selecionamos os melhores produtos para vender no Mercado Livre com base em nossa pesquisa, portanto recomendamos muito a sua leitura.

Com toda a informação que você conseguirá encontrar sobre os produtos que mais rendem e vendem, é impossível não ganhar dinheiro.

Devo vender somente nesta plataforma?

Quando se trata de expandir os canais de venda, tudo o que puder ser feito sem aumentar os custos ou diminuir a eficiência é válido. Quem tem o objetivo de viver da renda desta atividade, deve se concentrar em conseguir fazer vendas por todos os canais possíveis.

Uma grande recomendação nossa é escolher plataformas de e-commerce sem custo e criar mesmo que uma pequena loja. Muitas pessoas podem buscar por mais informações e sentirem-se mais seguras e confiantes ao ver que um vendedor do ML tem loja própria.

Outra coisa que poucos sabem é que é possível vender produtos pelo Instagram e lucrar com isso. Hoje todas as pessoas estão com uma conta na plataforma, e passam o dia vendo fotos aleatórias, muitas das quais anunciam algum produto.

Por isso, a resposta é que você definitivamente deve expandir e não se limitar ao ML. Trata-se apenas de uma plataforma a mais. Além disso, é mais seguro ter outros canais. Nunca se sabe quando algo pode acontecer à empresa ou mesmo à sua conta.

Anunciar: É gratuito para anúncios?

Primeiramente, é preciso destacar que o ML é custo zero para anúncios simples. Qualquer produto que custe mais do que R$6 pode ser cadastrado e não há cobrança nenhuma.

Merecem destaque as seguintes características do Plano Grátis:

  • Exposição de nível baixo.
  • Anúncio só dura 60 dias.
  • Não oferece parcelamento sem juros.
  • MercadoPago.
  • Sem comissão de vendas.
  • Máximo de cinco vendas para produtos novos.

Sobre este plano gratuito do ML, destacamos que o consumidor é obrigado a pagar mais caso deseje parcelar o produto. Assim, caso seja um item caro que normalmente seria parcelado, seus clientes poderão desistir da compra.

Além disso, você pode até começar com vendas em anúncio sem custo, mas a partir de cinco vendas de itens novos esta opção não estará disponível até o ano seguinte. Aí é quando será necessário um anúncio profissional Mercado Livre.

Pagando para fazer os anúncios

Ciente das limitações impostas a quem vende, é hora de descobrir quanto custa quando você atinge o limite, ou se quer as vantagens de pagar pelos anúncios. Basicamente, existem duas opções: a Clássica e a Premium.

Anúncio Clássico:

  • Nível alto de exposição – menor que o Premium.
  • Produto online por tempo indeterminado.
  • Parcelamento somente com juros.
  • MercadoPago.
  • O anúncio em si não custa dinheiro.
  • Comissão de 11% sobre a venda de qualquer produto.
  • Custo adicional de R$5 pela venda de qualquer produto abaixo de R$120.
  • Produtos custando mais de R$120 – frete de responsabilidade do vendedor.

Basicamente, o frete gratuito é forçado nesta opção acima do valor de R$120. Por isso, provisione dinheiro suficiente para custear o envio aos clientes. Além disso, valores menores sempre custarão um extra de R$5 a quem vende.

Anúncio Premium:

  • Máxima exposição.
  • Produto online por tempo indeterminado.
  • MercadoPago.
  • Parcelamento sem juros e em até 12 vezes.
  • O anúncio em si não custa dinheiro.
  • Comissão de 16% sobre a venda de qualquer produto.
  • Custo adicional de R$5 pela venda de qualquer produto abaixo de R$120.
  • Produtos custando mais de R$120 – frete de responsabilidade do vendedor.

Este anúncio custa mais caro a cada venda, aumentando a comissão para 16%. Em compensação, os clientes podem parcelar qualquer produto de qualquer valor sem pagar juros, o que atrai mais consumidores para você.

Outra vantagem é o fato de que o produto ganha máxima exposição, ficando mais visível que competidores com anúncios de menos destaque.

A política de frete grátis

Como já foi mencionado anteriormente, o ML dá envio sem custos ao comprador a partir do valor de R$120. Com isso, o custo fica para o vendedor, mas não sem algum respaldo que lhe dê segurança.

Os consumidores já sabem como conseguir frete grátis no Mercado Livre e a adaptação é automática, então nunca deixe de considerar isso no seu preço.

O envio é feito pelo Mercado Envios, que estipula um preço fixo de acordo com o peso do produto a ser enviado. A boa notícia é que, além do preço não alterar e você saber exatamente quanto lhe custará o envio, você também pode receber descontos.

Os descontos variam de 40% a 50% do valor fixo de frete e são aplicados em duas condições:

  1. 50% de desconto para vendedores com reputação verde, para lojas oficiais ou para MercadoLíderes.
  2. 40% de desconto para quem tem reputação amarela ou nenhuma.

Portanto, veja se o seu caso é elegível para conseguir um bom desconto no custo fixo para produtos acima do valor limite de frete. Com toda a certeza fará muita diferença no longo prazo.

Melhorando sua classificação

Você já viu como ter frete grátis no Mercado Livre pode não ser um custo alto quando há um desconto de 50%. Com boa reputação e sendo um MercadoLíder, você garante esse abono que é uma mão na roda.

No entanto, além da classificação básica, há ainda o MercadoLíder Gold e também o Platinum, cada um com requisitos diferentes e mais vantagens. Quanto maior a sua classificação, mais interessados ficarão seus clientes.
Nos parágrafos sobre o novo modelo de reputação, você já aprendeu como chegar ao nível básico de Mercado Líder. Agora, vamos mostrar as duas outras possibilidades:

Mercado Líder Gold:

  • Mais de 150 vendas finalizadas.
  • Conta com mais de 4 meses.
  • Comprovação fiscal.
  • Menos de 1% de reclamações sobre o total de vendas.
  • Menos de 5% das vendas canceladas com devolução do dinheiro.
  • Faturamento total acima de R$150.000

Para ser Mercado Líder Platinum, a maioria dos requisitos das opções anteriores são iguais, diferenciando somente o número de vendas e o faturamento:

  1. Mais de 450 vendas concluídas.
  2. Faturamento acima de R$320.000

Seja para conseguir desconto ou impressionar consumidores, com certeza vale a pena conquistar melhores classificações. Com atendimento e serviço de qualidade, você nem precisa fazer nada para conseguir aumentar.

Descontos e Promoções nas vendas no Mercado Livre

Uma maneira de alavancar as vendas e chamar a atenção dos consumidores é destacar os seus produtos com descontos temporários. Aprender como fazer promoção no Mercado Livre é, então, uma maneira de se destacar frente aos concorrentes.

Claro, você precisa ter em mente que boa parte da concorrência saberá fazer o mesmo, então não dependa somente disso.

Primeiramente, você precisa ser dono de uma loja oficial OU ter uma reputação verde OU ainda ser um Mercado Líder. Viu como é importante se preocupar com a sua classificação no site do ML?

Cumprido este requisito, é preciso que o produto em si cumpra com algumas exigências:

  • Produtos novos.
  • Cadastrados em anúncio Clássico ou Premium.
  • Custar mais de R$12.
  • Ao menos 3 vendas nos últimos 30 dias.
  • Opiniões com média de 3 estrelas para 5 opiniões ou mais.

Se o seu item à venda cumpre com todos estes requisitos, pode ser uma boa dar algum desconto. Os consumidores não verão como uma diminuição do preço, mas como uma promoção a ser aproveitada.

Resumo deste Artigo

Você aprendeu a criar um anúncio rapidamente e sem perder mais do que alguns minutos com o nosso resumido passo-a-passo. Além disso, indicamos exatamente o que chama a atenção dos clientes e que, portanto, deve receber toda a sua atenção.

Nós mostramos como funciona e como se dar bem no novo sistema de reputação do ML, ganhando classificações como o Mercado Líder.

Também indicamos aqui, o dropshipping do Brasil como uma maneira de ganhar dinheiro na plataforma sem ter os produtos que vende.

Falamos sobre você escolher as melhores plataformas para criar sua própria loja. Afinal, quanto mais canais de vendas úteis você puder ter, melhor para os seus lucros. Você deve buscar ter a base ideal, de modo a criar a melhor loja virtual possível.

Por fim, indicamos ainda os tipos de anúncio e fretes oferecidos pelo ML, incluindo como conseguir descontos ou dá-los em promoção aos clientes. Basicamente, tudo o que alguém precisa saber para começar a vender no marketplace.