Home » Como Criar um Site » Drupal

O que é Drupal e como construir seu site com esse CMS?

O Drupal é um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo – em inglês, Content Management System (CMS) – escrito em PHP. Ou seja, com o Drupal é possível criar, gerenciar, manipular e compartilhar conteúdo, automatizar tarefas administrativas e definir permissões e papéis para usuários e colaboradores.

A plataforma oferece diversas opções de formato para que você compartilhe seu conteúdo. É possível criar blogs, sites, lojas virtuais, fóruns de interação e até mesmo seu portfólio personalizado.

Por ser um software livre, qualquer pessoa pode visualizar a maneira como o Drupal funciona, realizar modificações, redistribuir com ou sem mudanças e propor alterações no projeto principal. A comunidade Drupal é extremamente ativa. Inúmeras mudanças nos módulos da plataforma, inclusive, foram sugeridas por usuários comuns.

Esperamos que nosso artigo seja útil para que você possa conhecer essa plataforma e, quem sabe, vir a utilizar dela para criar e publicar conteúdo online.

O que é possível fazer com o Drupal?

Conforme indicado anteriormente, o Drupal é um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo extremamente flexível, permitindo que você, usuário, possa selecionar a maneira de compartilhar conteúdo online que mais se encaixa com suas necessidades.

Organizamos, abaixo, uma pequena lista dos principais módulos e funcionalidades presentes no Drupal.

  1. Sites – Portais de conteúdo mais robustos, geralmente com um grupo de pessoas no comando. Os sites costumam possuir uma temática específica e gera seu conteúdo sempre em torno dessa temática.
  2. Blogs – Diferente dos sites, os blogs costumam possuir um conteúdo mais pessoal, sendo voltado para o compartilhamento de depoimentos e texto opinativos sobre temas diversos.
  3. Páginas institucionais – As páginas institucionais são portal de conteúdo que contém informações sobre determinada empresa: as atividades que realizam, objetivos, missões e valores adotados pela companhia. São, em suma, espaços institucionais pensados para gerar um elo de comunicação entre as empresas e seus clientes.
  4. Fóruns de discussão – Espaços virtuais que reúnem pessoas para trocar e discutir informações sobre qualquer temática. Qualquer pessoa pode realizar postagens em um fórum por meio da criação de um perfil virtual.
  5. Loja virtual – Página construída para venda e compra de produtos online. Com o Drupal, é possível criar sua loja virtual e organizar todo o processo de comprar e venda de produtos: controle de estoque, controle de clientes, controle de pedidos, controle de entregas, carrinho de compras, dentre outros.

Como instalar e criar um site no Drupal

Criar um site no Drupal é uma tarefa extremamente simples e pode ser realizada em alguns poucos cliques.

Mas é claro, esse também é um processo extremamente importante e deve ser feito com muita reflexão, uma vez que as escolhas realizadas aqui serão diretamente responsáveis pelo sucesso da sua plataforma de compartilhamento de conteúdo, seja um site, blog ou fórum.

A relevância desses momentos iniciais advém do fato de que, aqui, você precisará elaborar um nome para o seu site e construir o layout da sua página. Caso você não tenha nenhum conhecimento em web designer, é possível utilizar um dos temas disponibilizados gratuitamente pelo próprio Drupal.

Antes de criar sua página, no entanto, é necessário instalar o Drupal no seu computador. A instalação é simples e rápida, basta que você realize o download da versão mais recente da plataforma, preencha os campos solicitados (nome de usuário administrador, senha, idioma e m título do site) e clique em instalar.

Feito isso, você já poderá acessar a painel de controle da sua página Drupal.

No painel de controle, será possível realizar todos os comandos necessários para que sua página seja disponibilizada para acesso. Para criar seu site, basta que você utilize os recursos, funcionalidades, plugins, extensões e módulos de customização disponíveis no painel.

Então, umas das primeiras coisas a ser feitas é alterar o nome do seu site ou blog, o que deve ser feito na aba “Configurações” – “Informações do site”. As demais configurações, poderão ser realizadas a partir das opções que se encontram no canto superior da tela, a saber:

  • Conteúdo – Permite que você adicione e gerencie o conteúdo do seu site.
  • Estrutura – Permite que você administre os blocos de layout, comentários, modos de exibição, etc.
  • Aparência – Permite que você baixe e instale temas.
  • Extensões – Permite que você baixe e instale módulos que acrescentem funcionalidades ao seu site.
  • Configurações – Permite que você ajuste as configurações e parâmetros do seu site.
  • Pessoas – Permite que você gerencie contas de usuários, permissões e funções.
  • Reportar – Permite que você visualize relatórios ou mensagens de log.
  • Ajuda – Oferece ajuda sobre o processo de instalação e configuração no Drupal.

Em suma, o que há de melhor no Drupal?

Por fim apresentamos, abaixo, um pequeno panorama geral do que há de melhor no Drupal.

Em resumo, o Drupal é uma plataforma eficiente no que se propõe e tem ganhado cada vez mais espaço, sendo uma ótima opção para você que busca um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo eficiente e fácil de gerenciar.

  • Código aberto – Sendo um software livre, o Drupal permite que você realiza as alterações que achar necessárias.
  • Flexibilidade – É uma plataforma flexível, que permite que você compartilhe os mais diversos tipos de conteúdo a partir de diferentes modelos de compartilhamento, como sites, blogs, fóruns de discussão, dentre outros.
  • Segurança – O Drupal oferece um espaço seguro, contanto com um sistema de segurança contra ataques extremamente eficiente, o que é fundamental para o desenvolvimento de qualquer projeto. Além dos plug-ins que podem ser instalados no intuído de proteger ainda mais sua página, também são disponibilizados relatórios detalhados sobre seu site.
  • Modularidade – O Drupal possui uma hierarquia de módulos que possibilita a inclusão e posicionamento de funcionalidades específicas dentro da plataforma. Seu site, portanto, é expansível à medida em que mais funcionalidades são incluídas nele. Entre essas funcionalidades, é possível citar a opção de criar, revisar e categorizar conteúdo, postar comentários, participar de fóruns, votar em enquetes, registrar e gerenciar contas de usuários, entre outros.

Estas são as funcionalidades e características principais que fazem com que webmasters e donos de blog optem pelo Drupal. Mas será que é o CMS que você deve utilizar em seu site?

Afinal, download o Drupal vale a pena?

Existem diversos concorrentes, cada um com suas particularidades, que disputam com Drupal para serem utilizados em sites. A grande vantagem em comparação com os outros parece estar na liberdade, mas que também é sua desvantagem pela dificuldade.

Há diversos plug-ins que alteram e aumentam as possibilidades de grandes players do mercado de CMS, como o WordPress. São fáceis de instalar e foram criados por outros usuários para facilitar a vida dos webmasters. No Drupal, é um pouco mais difícil.

Aqueles que desejarem desenvolver por conta própria em outros sistemas, por meio do código aberto, podem ver no Drupal uma boa opção. Já aqueles que não entendem nada de programação, podem encontrar problemas para personalizar ou resolver bugs no Drupal.

Por isso, aqueles sem conhecimento de programação podem ficar frustrados com Drupal. Mesmo o processo de atualização para a última versão do CMS é pouco intuitivo.

Já no quesito velocidade, o Drupal parece levar uma boa vantagem, por ser muito mais leve que seus concorrentes. Num mundo de disputas para ranquear sites, sabemos que milissegundos podem fazer a diferença.

E, por fim, o Drupal possui menos brechas de segurança, geralmente deixadas por usuários que criam seus próprios plug-ins. No entanto, pode ser uma diferença pouco significativa. Concluindo:

  • O Drupal necessita de mais conhecimento técnico.
  • Trata-se de um CMS leve e rápido.
  • Menores chances de uma invasão ao site.

Encerramos então a nossa análise do Drupal. Você entendeu o que ele é, para o que serve e se você é o tipo de webmaster ou blogger que se dará bem com ele. Agora, é pôr em prática e instalar o CMS.

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Oferta por tempo limitado!